Unidade Itaim Bibi (11) 3071-2977 (11) 95604-6875 Unidade Guarulhos (11) 2937-6000 (11) 97285-1107
Bichectomia – quando fazer?
2 de junho de 2020
Fios de sustentação facial
7 de julho de 2020

As cirurgias plásticas são cobertas pelo plano de saúde?

Para responder essa pergunta é necessário saber qual o procedimento em questão, se cirurgias puramente estéticas ou reconstruções.

O desenvolvimento mais acentuado da cirurgia plástica moderna ocorreu após a primeira guerra mundial pela necessidade de reconstrução dos soldados, que apresentavam feridas cada vez mais complexas devido ao desenvolvimento de novas armas que causavam maior destruição e queimaduras. Observa-se que por muito tempo a cirurgia plástica tinha como função primordial a reconstrução de pacientes vítimas de deformidades causadas por traumas ou após retiradas de tumores.

É mais recente a atribuição da cirurgia plástica para procedimentos com foco maior em estética. Tão grande é a fama das cirurgias estéticas que o grande público por vezes esquece o outro lado importante das cirurgias reconstrutivas.

Respondendo a pergunta colocada no título, os planos de saúde cobrem sim as cirurgias plásticas, desde que elas tenham caráter reconstrutivo. Desse modo, estão cobertas pelos planos as reconstruções de mamas após retiradas de tumor, as deformidades congênitas como as fissuras labiopalatinas, as reconstruções de traumas e queimaduras e tantas outras mais.
Por outro lado, os planos de saúde não cobrem as cirurgias estéticas como as inclusões de prótese de mama, lipoaspirações, rinoplastias puramente estéticas, abdominoplastias e outras.
Porém, em alguns casos específicos, é possível associar uma cirurgia coberta pelo plano de saúde com uma cirurgia estética. É o exemplo do paciente que tem desvio de septo nasal causando obstrução nasal e que deseja também fazer uma rinoplastia. Neste caso o convênio irá pagar a correção do desvio de septo mas a diferença de honorários médicos e da internação hospitalar pela rinoplastia estética deve ser paga pelo paciente. Outros exemplos são a correção de hérnia de umbigo e diástase abdominal pago pelo convênio ao fazer uma abdominoplastia.

Qual a vantagem de usar o convênio em conjunto com uma cirurgia estética? A primeira é oferecer um tratamento completo, ou seja, corrigir forma e função. A outra vantagem é de ordem financeira, os hospitais em geral oferecem descontos na internação para cirurgias estéticas associadas a cirurgias de convênio.
É importante conversar todos esses aspectos com seu cirurgião plástico durante a consulta, para que possa ser oferecido o melhor tratamento visando a forma e função.

Clique aqui e faça seu agendamento agora mesmo.

Outros Procedimentos

AGENDAMENTO ONLINE